Pular para o conteúdo

Do Porto a Lisboa, Menina e Moça!

Descrição

Porto – Full day Porto City Tour (Duração: 8h)

Já pensou que em uma viagem e em tempos de leituras online seria exatamente uma “livraria” ao vivo o que iria surpreender você?  Pois é o que ocorrerá entre VOCE e a cidade do PORTO: certeza de amor à primeira vista!

Aqui, Separei, Viajei…me Apaixonei pela cidade do Porto!

A Livraria Lello, entre “milhares no mundo” é considerada uma das 10 mais top, legais, descoladas e é, de fato, surpreendente. Além da arquitetura característica as escadarias da Lello também são conhecidas por serem a inspiração da livraria onde Harry Potter conheceu Gilderoy Lockhart no livro “Harry Potter e a câmera dos segredos”, já que J.K. Rowling chegou a morar na cidade do Porto.

Mas antes de lá chegarmos o dia começou bem. A viagem desde o Brasil foi maravilhosa e após o café da manhã

saímos para um dia de tour intensivo e já passamos pela estação de São Bento e pela Avenida dos Aliados: A Avenida dos Aliados é uma larga avenida no centro do Porto. É encimada pela Câmara Municipal do Porto e ladeada por uma linha de fachadas Art Nouveau e Art Deco. A avenida tem este nome devido à histórica aliança entre Inglaterra e Portugal no final do século XIV.

Passamos também pela Torre dos Clérigos A Igreja e Torre dos Clérigos (século XVIII) é um notável conjunto arquitetônico, sendo considerado o ex-libris dessa cidade.

Aqui, Separei, Viajei…e Aprendi: ex-libris é um termo que significa que este é o local “pertencente à cidade”, que traz a identidade da cidade do Porto.

Uma passada rápida pelas galerias da Rua Miguel Bombarda: A proximidade de todas as galerias, constitui um enorme polo de atração para os amantes das artes (e mais recentemente para os turistas que a visitam) que, têm assim, a oportunidade de, numa única visita contemplarem diferentes propostas artísticas. Na atualidade, a Rua Miguel Bombarda é uma das artérias de cultura dos novos tempos, reunindo algumas dezenas de galerias de arte que, no primeiro sábado de cada mês, inauguram em simultâneo as suas novas exposições, atraindo multidões de apreciadores de arte, investidores, artistas, seguidores de formas de vida alternativas e muitos curiosos. A rua conta também com restaurantes, livrarias e várias lojas: de mobiliário retro-cool, de decoração alternativa, design, música, etc.

Aqui, Separei, Viajei…e Interagi: È um local para retornar durante o tempo livre na cidade e conversar e interagir em um café ou restaurante: muita arte, música, gastronomia e … pessoas

E, então, seguimos aos Jardins Românticos do Palácio de Cristal, que ocupam uma grande área verde no centro do Porto que, em século de reverencia a natureza, acolhe um Centro de Educação Ambiental.

Aqui, poderemos enchermo-nos de energia e ainda contemplar as magníficas panorâmicas sobre o rio e sobre a cidade, que miradouros em posições estratégicas nos oferecem.

Vamos agora a um cruzeiro fluvial?

O Cruzeiro das 6 pontes é uma viagem de barco com a duração de 50 minutos, que começa ou no cais da Ribeira, no lado do Porto, ou então no Cais de Vila Nova de Gaia (dependendo da companhia escolhida), e que mostra as seis (lindíssimas!) pontes do Porto. Pelo caminho, podemos admirar as vistas maravilhosas sobre o Porto e sobre a Afurada, a bela vila dos pescadores de Gaia.

 

Há tantos locais para descobrir no Porto, que VOCE não poderia estar em melhor companhia para conhecê-los a todos.

Separei, Viajei … me Energizei, no Porto!

E para celebrar as novas amizades nada melhor para encerramos o tour que uma das famosas caves do Vinho do Porto. Tim! Tim!

 

 

Entradas incluídas: Caves de vinho do Porto e Cruzeiro das 6 pontes

Nossa sugestão para o dia seguinte, de forma livre: vá até Afurada e almoce uma sardinhada típica.

Na Afurada, é bastante comum ver grandes grelhas na rua onde pode-se experimentar desde robalo, dourado, bacalhau, sardinhas …

 

E aqui: Separei, Viajei…Recordei..os tempos da vovó. Mesmo com maquinas de lavar, as senhorinhas do lugar preferem estender a roupa nos varais que, com certeza, irão parar nas redes sociais de cada um de nós.

Uma DICA: Uma viagem em grupo sempre há tempo livre de forma que, respeitando a vontade individual, cada um poderá sair pela cidade espontaneamente, visitando seus pontos de maior interesse.

Que tal aventurar-se por meio período de um dia, pelo Porto de BIKE? Você pode locar em uma das várias lojas especializadas e seguir exatamente até a Afurada, por exemplo, e lá almoçar, retornando no meio da tarde.

Uma sugestão, apenas uma sugestão, é dirigir-se até a Douro Bike, situada na Rua Coronel Raúl Peres, 100.

 

Após a segunda noite, no terceiro dia, logo em seguida ao café da manhã no hotel, sairemos em direção a LISBOA. Para aproveitarmos bem este dia, no trajeto passaremos por Aveiro, conhecida como a “Veneza portuguesa” por causa dos seus canais e os típicos barcos “Moliceiros” que os percorrem. descrita por Saramago como um “corpo vivo que liga a terra ao mar como um enorme coração”. Opcionalmente, você poderá embarcar num moliceiro e percorrer os canais da ria, que como estradas de água prateada nos conduzem pela cidade. Observe as casas Arte Nova que decoram as margens ou descubra-as em cada detalhe, fazendo uma caminhada pela cidade. Se preferir, aventure-se a solo ao volante de uma BUGA, as bicicletas gratuitas disponibilizadas pelo município, que são tudo o que precisa para se deslocar em Aveiro. Teremos a manhã livre para Aveiro e poderemos almoçar na cidade. E, se o tempo dispendido nos estiver favorável, poderemos solicitar ao nosso guia que nos leve para uma visita à Fábrica da Vista Alegre, a mais internacional das porcelanas portuguesas,

De volta do passeio pelo centro da cidade, recuperemos as forças com as iguarias regionais. Na hora de almoço arrisque uma caldeirada de enguias ou um carneiro à lampantana. Ou então perca-se na deliciosa doçaria regional, onde ovos e açúcar fazem magia, e deixe que os ovos moles despertem o seu palato como se fossem pedaços de ouro doce.

Aqui, Separei … Viajei! …e não resisti aos encantos de Aveiro!

 

 

Saindo de Aveiro, para Lisboa, encontraremos Coimbra. Ao falarmos de Coimbra, soará imediatamente aos nossos ouvidos uma melodia gravada por Roberto Carlos. Roberto fez uma bela homenagem aos portugueses gravando a canção “Coimbra” (https://www.youtube.com/watch?v=bbZpghwOunM)  conhecida também como “Abril em Portugal” uma linda canção composta pelos patrícios Raul Ferrão e José Galhardo que retrata esta cidade famosa de Portugal.

E se “Coimbra é uma lição”, como diz a popular canção, será em primeiro lugar uma lição de História de Portugal. Aqui estão sepultados D. Afonso Henriques e D. Sancho I, primeiros reis da coroa portuguesa, e por toda a cidade há marcas deixadas pelos construtores da nação, seja nas dependências da Universidade, criada por D. Dinis, ou nos monumentos de visita quase obrigatória, onde se destacam as intervenções de D. João III, do Marquês de Pombal e de D. Manuel. Da grandiosidade da Biblioteca Joanina ao simbolismo do Convento de Santa Cruz, a antiga capital do reino fervilha com testemunhos do passado. Aqui passearemos pelas ruelas do centro histórico e confirmaremos que Coimbra é a velha cidade dos jovens: um dos maiores centros universitários de todo o mundo!

E porque não há maior paixão que a da juventude, Coimbra não podia deixar de ser também uma lição de romance. A cidade dos poetas e do fado, onde em cada esquina viveu um grande autor, é também a terra de Inês de Castro e do rei D. Pedro, personagens históricos que viveram a mais famosa e, provavelmente, a mais trágica história de amor portuguesa. Conhecer a Quinta das Lágrimas, molhar os pés no Mondego e atravessar a ponte Pedro e Inês, ou deixar-se perder na exuberante Mata do Buçaco é descobrir a “capital do amor em Portugal”.

Aqui, Separei … Viajei! e em Coimbra aprendi a dizer “saudade”. Sigamos para Lisboa…!

LISBOA

 

Lisboa, Menina e Moça, tem uma luz única, faça chuva ou faça sol. Vamos senti-la e vê-la refletida nos locais que fazem de Lisboa uma cidade especial, cheia de história e tradições. Avistaremos monumentos que testemunham a nossa grande viagem por mares nunca dantes navegados e visitaremos um dos museus mais encantadores, o Museu dos Coches, com o Tejo sempre a acompanhar este nosso passeio.

O museu das carruagens é um museu pequeno com estilo próprio que vale a pena ser visitado. Abriga uma das coleções de carruagens mais importantes do mundo. É um dos lugares mais surpreendentes de Lisboa. Entre as carruagens mais importantes estão a que pertenceu a Felipe III da Espanha (a mais antiga da coleção) e  três carruagens do barroco italiano construídas em Roma em 1716, todas pertencentes ao Papa Clemente XI. Dessas três carruagens, se destaca a que foi entregue pelo Rei João V (foto).

Está a poucos metros do Mosteiro dos Jerônimos. O Mosteiro dos Jerônimos é, junto com a Torre de Belém, a visita turística mais importante de Lisboa. É no seu interior que fica a tumba de Vasco da Gama. Foi construído exatamente para celebrar o retorno de Vasco da Gama das Índias.

Já a Igreja do Mosteiro dos Jerônimos é totalmente diferente de todas as igrejas que vimos até hoje. Sua única nave conta com seis colunas perfeitamente talhadas e que parecem não ter fim.

Os pontos turísticos mais interessantes são as tumbas de Vasco da Gama e Luís de Camões.

O Claustro do Monastério dos Jerônimos é ainda mais impactante que o da Catedral de Lisboa. Suas dimensões e sua perfeição fazem a diferença. No percurso pelo claustro se pode visitar a igreja em sua parte superior e a tumba de Fernando Pessoa. Também há uma sala dedicada à evolução do mosteiro, comparando-a com a história de Portugal e do mundo.

Nota: O Mosteiro dos Jerónimos e o Museu dos Coches fecham à Segunda-feira, se necessário sua substituição será feita uma visita ao Palácio Nacional da Ajuda. Entradas incluídas: Museu Nacional dos Coches.

 

Muito próximo está a Torre de Belém, que situada no estuário do Tejo, serviu inicialmente como torre de defesa para proteger Lisboa. Posteriormente, sua missão foi a de farol e centro aduaneiro

Aqui Separei, Viajei…Aprendi! Na fachada oeste da Torre de Belém você irá encontrar uma curiosa gárgula de um rinoceronte. O primeiro rinoceronte em pisar em Portugal chegou da Índia em 1513. Ele não imaginava que iria parar em nossas redes sociais no século XXI…

Iremos também a um dos bairros mais famosos e típicos de Lisboa: ALFAMA, onde o fado ecoa a cada esquina.

Um dos bairros mais famosos de Lisboa, o bairro histórico de Alfama, há tempos antigos o lar de grande parte dos pescadores, é ainda hoje em dia habitado por famílias portuguesas (e alguns expatriados) que continuam a habitar a zona com uma tradição secular. O bairro é vizinho da Mouraria, da Graça e de S. Vicente, sendo considerado o berço do Fado. Aqui há muitos restaurantes e tascas. Um convite a perdermo-nos nas estreitas ruas labirínticas de Alfama para descobrirmos um dos bairros mais encantadores de Lisboa.

Aqui, mais uma vez: Separei, Viajei….Apaixonei: Por Lisboa!

 

Sugestões de opcionais: ao chegar a noite, um Jantar com Show de FADO.

 

Como em toda a viagem em grupo, teremos também muito tempo livre em Lisboa.

Uma viagem em grupo sempre há tempo livre de forma que, respeitando a vontade individual, cada um poderá sair pela cidade espontaneamente, visitando seus pontos de maior interesse.

 

Uma dica top é curtir o Bairro do Chiado e do Carmo, de forma livre, em um dos dias.

Encontramos no Chiado, a zona mais chic do centro, onde além das lojas tradicionais, encontraremos espaços modernos. Cafés como A Brasileira, a gelateria Santini, lojas e restaurantes, tal como o centro comercial Armazéns de Chiado, animam a todos. Mesmo ao lado há o Largo do Carmo, palco da Revolução de 25 de Abril e onde está o Convento do Carmo. Ali há também mais uma vista espetacular para Lisboa e rio Tejo.

A Brasileira: Um café histórico de Lisboa

Este café foi inaugurado em 1905 por Adriano Telles com o objetivo de vender o verdadeiro café do Brasil (comercializando, na época, outros produtos, como azeite) e é um dos mais antigos da cidade. Considerado berço do Modernismo, está localizado no Chiado e é regularmente invadido por turistas, uma vez que se tornou célebre devido à estátua de Fernando Pessoa na esplanada. Quando o café abriu as portas era possível tomar uma bica grátis se se comprasse café em grão… aliás, diz-se que a bica nasceu neste lugar.

Bica (no sul) e Café ou Cimbalino (no norte): Uma bica, se faz favor! – a bica é o mais parecido a um espresso italiano. Uma pequena chávena de café negro forte, o verdadeiro shot de cafeína. Reza a lenda que o nome surgiu do café “A Brasileira” (logo no seu início), ao ver que as pessoas não gostavam tanto da tal bebida amarga, decidiram colocar na rua uma tabuleta onde estava escrito: “Beba Isto Com Açúcar”.

E nunca é demais repetir: Separei, Viajei….Curti e Aprendi! A tomar café em Lisboa como os portugueses.

 

Após a primeira noite em Lisboa, no dia seguinte teremos uma manhã LIVRE. A tarde realizaremos um tour compartilhado a Sintra, Cascais e Estoril, com duração de aprox. 5h.

 

Às 14h30, partiremos da Praça Marquês de Pombal, em direção a Sintra. Sintra é uma vila portuguesa pitoresca, localizada no centro das colinas da Serra de Sintra. Este clima ligeiramente mais fresco atraiu a nobreza e elite de Portugal, que construiu palácios requintados, residências extravagantes e jardins decorativos.

A variedade de edifícios históricos fascinantes e as belíssimas paisagens estabeleceram Sintra como um dos melhores destinos turísticos, assim como o tour complementar mais popular a partir de Lisboa.

Visitaremos o Palácio Nacional (Paço Real), situado no coração da vila. As suas chaminés cónicas, a magnífica coleção de azulejos e a mistura de estilos arquitetônicos, fazem deste monumento um dos ex-libris sintrenses.

(Lembramos que o Palácio Nacional se encontra fechado às quartas-feiras, e se necessário sua substituição, será feita a visita ao Palácio de Queluz).

Já o belíssimo Palácio da Pena é excelente atração em Sintra. Este palácio do século XIX foi criado por um rei que era absolutamente apaixonado pelas artes e que pretendia que o seu retiro real refletisse a aparência de uma ópera. O exterior foi pintado com cores vívidas, com torres e ameias decorativas e estátuas de criaturas mitológicas.

Seguidamente, teremos tempo livre para visitar o centro histórico, para compras nas lojas de artesanato ou para provar os travesseiros e as queijadas, os ícones da doçaria de Sintra.

Aqui: Separei, Viajei…Degustei! Os famosos “Travesseiros e Queijadas de Sintra”.

Travesseiro de Sintra

Este maravilhoso folhado que leva ovos, açúcar e canela é um doce típico de Sintra. Quem passa em frente à confeitaria Piriquita se depara com filas enormes de pessoas ansiosas para provar esta delícia. E fica aqui a dica: um é pouco, dois é bom e três… Melhor ainda!

As Queijadas de Sintra são compostas por um delicioso recheio à base de queijo fresco, açúcar, ovos, farinha e canela, envolvido numa massa crocante e estaladiça.

As primeiras referências a estas queijadas datam do séc. XIII e, segundo arquivos, na época serviam como pagamento de foros. Sintra possuía excelentes pastagens e excesso de queijo fresco, sendo este usado para o fabrico deste doce.

A receita terá sido criada no Convento da Penha Longa, em Linhó. A receita de então é diferente da de hoje, pois naquela época ainda não se conhecia a canela e o açúcar.

Em meados do séc. XVIII, uma senhora de Ranholas, de nome Maria Sapa, industrializou o fabrico caseiro deste doce tradicional, dando-lhe grande projeção.

Sintra era um ótimo lugar para a industrialização das queijadas, pois havia muita criação de gado. Devido ao sucesso que obtiveram, a produção das queijadas aumentou e, em meados do século XIX, surgiram as principais fábricas deste afamado doce regional, como a “Sapa”, a “Piriquita”, o “Gregório” e a “Casa do Preto”.

A próxima etapa do nosso tour será a paragem no Cabo da Roca, o ponto mais ocidental da Europa, «onde a terra acaba e o mar começa», nas palavras de Camões.

DICA: O vento no Cabo da Roca é bastante forte. Mesmo na primavera ou no verão, carregue um casaco leve e vá de tênis e garanta um passeio mais tranquilo, seguro e confortável.

Depois de percorrermos o extenso verde que faz com que a Serra de Sintra seja um monumento por si própria, faremos uma panorâmica pela zona costeira, onde se destacam a Praia do Guincho e a Boca do Inferno.

A última parada será na Baía de Cascais, muito conhecida e apreciada pelos turistas devido à beleza das suas praias e pela animada vida noturna.

No regresso a Lisboa, terminaremos com a panorâmica pelo Estoril, famoso pelo seu Cassino e pelos seus majestosos jardins.

O Tour deste dia, Inclui:

– Pick up no Hotel em Lisboa

– Guia intérprete

– Entrada no Palácio Nacional de Sintra

Nota: O Palácio Nacional de Sintra fecha às Quartas-Feiras, por conseguinte visitaremos nesses dias o Palácio Nacional de Queluz.

A visita ao Cabo da Roca só se realiza de 1 Março a 31 de Outubro

Após a segunda noite em Lisboa, no dia seguinte faremos um tour de dia inteiro, com duração de aprox. 10h e visitaremos: Óbidos  / Alcobaça/ Nazaré / Batalha / Fátima.

 

A nossa primeira parada será na encantadora vila de Óbidos, muito popular entre os turistas. Ir a Óbidos é uma experiência que todo o viajante que faz um roteiro por Portugal deveria ter. É uma verdadeira vila medieval de contos de fadas, pequenina, conservada. Aqui: Separei, Viajei … me Encantei! E o encanto começa logo na chegada. Do Castelo sai uma muralha com 1,5 km que abraça pequenas ruazinhas e forma a vila medieval. Esta linda povoação de casas brancas e rústicas está rodeada por muralhas do século XIV e a sua entrada está ornamentada com azulejos do século XVIII. No interior do Castelo, não deixem de reparar na Pousada, que mantém os seus elementos medievais na decoração. O percurso pelas muralhas permite nos obter uma panorâmica geral da vila

E você já pensou em misturar livros e frutas? Pois isso pode até parecer inusitado mas você verá em Óbidos. No Mercado Biológico, mistura-se livros a frutas, verduras e legumes de produção orgânica. Tudo junto, misturado!!!

 

E não poderíamos seguir adiante sem antes saborearmos algo típico de Óbidos: a Ginginha. A ginja é um fruto parente da cereja. Depois de colhida (em árvores parecidas com a cerejeira, inclusive), a ginja é curtida em aguardente com açúcar e canela por alguns meses. Deste preparo, sai a ginjinha, um licor digestivo tipicamente português preparado e consumido atualmente em Óbidos e também em diversas partes do país.

Depois de deixarmos Óbidos, prosseguiremos o nosso tour em direção a Alcobaça, onde visitaremos a igreja do Mosteiro de Santa Maria. Esta igreja é a maior do país e é conhecida pela sua arquitetura medieval. Foi fundada no século XII e está relacionada com a chegada da Ordem de Cister a Portugal e com o nascimento da nossa nação. Este monumento foi declarado como Património Mundial pela UNESCO e nele estão sepultados D. Pedro e D. Inês de Castro, protagonistas de uma trágica história de amor, que encantou e inspirou escritores

A nossa pausa para almoço será na colorida vila piscatória de Nazaré. Bastou apenas uma onda. Mas não uma onda qualquer. Uma onda gigantesca que emergiu na Praia do Norte, surfada pela lenda mundial do surf, Garrett Mcnamara, em 2011. Esta onda avassaladora com mais de 30 metros de altura mudou para sempre o destino desta pitoresca cidade costeira conhecida como Nazaré. Ou como dizem os surfistas: Naza! Pois nessa pitoresca “Naza” iremos apreciar a sua magnífica baía. Uma linda e pacata cidade à beira-mar, com uma vista deslumbrante de cima de um grande penhasco. Lá de cima – para onde pode-se subir por um funicular ou de carro – tem-se a vista do mar e da praia; lá de baixo, a própria praia e a vista do penhasco. Lá de cima, na região do Promontório, no Forte, tem-se a visão da Praia do Norte, a praia que com grandes ventos e ondas, é propícia à prática de esportes como surf, windsurf e bodyboard.

 

E é de fato verdade e uma curiosidade: a maior onda do mundo foi surfada lá! Tinha mesmo 30 metros de altura, mais ou menos o equivalente a um prédio de 10 andares. Veja isso em: https://youtu.be/9wmKYHOwZxI

Retomaremos o nosso tour com a viagem até à Batalha, onde visitaremos a igreja do mosteiro dominicano de Santa Maria da Vitória. Este mosteiro, tal como o de Alcobaça, mereceu a atenção da UNESCO, classificando o como Património Mundial. Obra-prima da arquitetura gótica, com elementos manuelinos, este monumento celebra a vitória de D. João I sobre Castela em Aljubarrota, no ano de 1385.

 

Por fim, iremos visitar o Santuário de Fátima, altar da fé cristã, local de devoção e destino de peregrinação mundial. As datas de 13 de Maio e 13 de Outubro testemunham o incontável número de fiéis que comemoram as aparições da Virgem aos 3 pastores. Os seus túmulos encontram-se na Basílica do Santuário. Estão também incluídas as visitas à Igreja da Santíssima Trindade e a Capela das Aparições, que assinala o local onde a Virgem apareceu aos três videntes de Fátima: Francisco, Jacinta e Lúcia.

 

Este tour Inclui:

– Pick up desde o Hotel em Lisboa

– Guia intérprete

– Entradas nos Monumentos

– Tempo livre para assistir à missa (para quem desejar)

 

Após um dia intenso de experiências sensoriais, gastronômicas e visuais, retornaremos a Lisboa, para o merecido descanso. A noite é livre, e opcionalmente, quem desejar poderá repetir por sua conta e desejo o jantar com show de fado, que tanto fez sucesso na primeira noite!

 

Assim revigorados, com alma leve e muita energia que viajar proporciona, estamos prontos para retornarmos ao Brasil.

Separei, Viajei … Reenergizei!

 


Valores

 

 

 

Para este programa EXCLUSIVO E MAGNIFICO, de nuances únicas e vivências,

as condições gerais são:

Tarifa por pessoa em USD na acomodação escolhida a partir de:

Duplo U$ 1.494
Single U$ 2.249

 

Pagamento:

DBL = U$ 612 entrada à vista e saldo em até 9x U$ 98 no cartão
SGL = U$ 917 entrada à vista e saldo em até 9x U$ 148 no cartão

A vista com 8 % desconto.

Os valores serão fixos em reais, ao cambio turismo do dia de fechamento

Traslados privativos de chegada Aeroporto – Hotel no Porto

3 dias / 2 noites no Quality inn Porto www.choicehotels.fr/en/quality-inn-porto-porto-hotel-pt025?promo=gglocalfren  ou similar com café da manhã diário e Wi-fi-Free

5 dias / 4 noites em Lisboa no hotel Fênix Urban  www.hfhotels.com/hoteis/hf-fenix-urban-pt , ou no Hotel Mundial www.hotel-mundial.pt ou similar com café da manhã diário e Wi-fi-Free

Tours descritos.

- Transporte em Pullman G.T. climatizado conforme mencionado no programa;

- Guia acompanhante a falar português conforme mencionado no programa;

- Entradas nos monumentos, com Ingresso incluso em:

o Palácio da Bolsa (sujeito a disponibilidade) /Porto

o Universidade Velha (sujeito a disponibilidade) /Coimbra

o Mosteiro dos Jerónimos /Lisboa

o Palácio Nacional de Sintra (da “Vila”) /Sintra

o Igreja do Mosteiro de Alcobaça (claustro não incluído) /Alcobaça

o Mosteiro da Batalha /Batalha

o Santuário /Fátima

o  Taxas e Portagens.

O Seguro com cobertura de EUR 40.000

 

Jantar com Show de Fado, opcional: por apenas mais U$ 18 em cada parcela do cartão (9x)

 

Dica Importante: Você tem direito a um Bônus / Desconto de U$ 100 para reserva, aquisição e fechamento do programa até o dia 30 de julho 2018; ou um Bônus / Desconto de U$ 50 para reserva, aquisição e fechamento do programa até o dia 10 de agosto 2018.

 

Parte Aérea: GRU / OPO / / LIS / GRU

12 Setembro 2018

Adesão de U$ 240

E saldo de 5x U$ 194 a 5 x U$ 241
conforme a classe tarifaria disponível no momento de sua reserva.

Já inclusas todas as taxas de embarque e adm.

A taxa de embarque poderá vir junto com a parcela 1, conforme a bandeira do cartão.

Valores “a partir de”: as tarifas são flutuantes diariamente.

Após reservado e pago, a tarifa é fixa e não varia, e as parcelas são lançadas FIXAS em R$ ao cambio IATA (menor) do dia de fechamento.

GARANTIA SEPAREI VIAJEI: nossa tarifa aérea NUNCA é superior a tarifa de cada cia aérea.

Não cobramos IOF e nem IRRF sobre remessa.

Separei, Viajei! – Filosofia de Viagem

Trabalhamos com viagens que não sejam longas, para privilegiar a interação permanente e

e atender a característica especial de, assim, poder viajar mais de uma vez ao ano.

 

 

*****Passos para garantir lugar e realizar o fechamento:

 

Para reserva:

  1. Enviar nome completo + CPF + Nascimento + Fone com Whats + E-mail.
    Para: reservas@separeiviajei.com.br
  2. Você receberá um e-mail em resposta, com a confirmação de reserva ou com aviso de lotação e pre-inscrição no próximo grupo (mesmo destino) pois os lugares são exclusivos e limitados a apenas 24 pessoas.
  3. Havendo confirmação de lugar: o e-mail em resposta já conterá todas as instruções de como realizar pagamento de forma segura.
  4. Dados de conta para deposito das entradas (terrestre + aéreo):Caixa Econômica Federal
    Blue Chip Viagens e Turismo Ltda
    Agência 0370 conta corrente jurídica: 3356-9
    Para TED usar este CNPJ: 00.335.816/0001-09

Obs.: para quem é cliente da Caixa ao realizar TEV, o tipo = 003

 Compartilhar pacote:

Fotos

Pré-reserva

Inscreva-se para receber todas as informações do pacote.


Outros destinos